logo Colégio pH

Middle e High School: como são as aulas? Entenda!

Alunos em sala de aula

A formação escolar é baseada em fases como Ensino Fundamental I, II e Ensino Médio. Mas você sabia que essa não é a única possibilidade de formação? Cada país possui seus métodos de ensino e aprendizagem, construindo seu projeto pedagógico em dinâmicas próprias, que visam ao melhor para os seus estudantes.

Um dos mais famosos é o formato de ensino americano, como você já deve ter visto em filmes e séries. Contudo, você sabe a diferença entre Middle School e High School? Veja abaixo um pouco sobre cada um deles e as possibilidades trazidas com essa formação no Brasil. Confira!

Já ouviu falar em Middle e High School?

Nos Estados Unidos da América, o ensino (seja ele público ou particular) é organizado em elementary school, middle school (ou junior high) e high school. Semelhante à organização brasileira, as diferentes etapas são obrigatórias para a conclusão do ensino e incluem matérias como matemática, geografia, ciências, história, além de outras que se assemelham à grade curricular estudantil encontrada no nosso país.

Com o avanço no nível de escolaridade, algumas dessas matérias se tornam facultativas, ou seja, não obrigatórias. Com uma grade mais flexível, o intuito é oferecer algumas outras disciplinas que estejam mais próximas dos objetivos acadêmicos e profissionais do futuro dos jovens. 

Matérias como física e química, por exemplo, são aplicadas a turmas específicas que pretendem seguir nas profissões que envolvem exatas. Para quem não tem interesse nessa área de conhecimento, há outras opções de disciplinas, como culinária, redação, debate, entre outras. 

Formação americana em solo brasileiro

No Brasil, algumas das melhores instituições de ensino particular baseiam seu ensino nesse tipo de formação. O intuito é oferecer aos seus estudantes uma formação dupla, com certificado de conclusão do Ensino Médio e diploma do High School. Com isso, um mundo de novas possibilidades se abre, principalmente para aqueles estudantes que pretendem  participar de intercâmbios para a realização de cursos em faculdades no exterior.

Vale destacar que a certificação dupla é uma maneira de facilitar processos importantes, como a conquista de empregos fora do país. Além disso, esse diploma é avaliado como um aspecto positivo no processo seletivo para a imigração. Por essas e outras razões, o projeto de internacionalização nas escolas é de grande importância.  

Leia também

- Faculdade no exterior: como ter uma oportunidade de estudo?

- High School: a importância do inglês no mercado de trabalho!

Modalidades de ensino

É hora de entender como se dá essa modalidade de ensino e como são as aulas para os estudantes brasileiros que estão buscando a dupla formação. Confira abaixo um pouco da dinâmica utilizada para tornar possível a conquista dos dois diplomas.

Middle School, o que é essa modalidade?

Essa modalidade é aplicada para estudantes do 6º, 7º e 8º ano do Ensino Fundamental II.. Mas, então, Middle School, como funciona? É simples, e consiste na realização de aulas da grade curricular americana, no contraturno disponível para esses alunos. São matérias básicas como matemática, geografia, história, ciências, entre outras.

As aulas são executadas por professores nativos dos Estados Unidos e/ou do Canadá. O objetivo dessa modalidade de ensino não é aprender o inglês, mas utilizá-lo durante os encontros para proporcionar uma maior imersão idiomática ao mesmo tempo que os estudantes acessam conteúdos de ensino.

Como destaca Leandro Torres, Coordenador de Língua Estrangeira do Colégio pH: “o objetivo é a apropriação básica do idioma e da língua inglesa dentro da realidade pedagógica dos EUA”.

Como funciona o High School?

Após o Middle School, os estudantes chegam à fase equivalente ao Ensino Médio brasileiro, onde é dado prosseguimento ao projeto de ensino iniciado nos anos anteriores. O Coordenador explica o que é High School e seu objetivo: “o foco é no desenvolvimento, no aprofundamento e na fluência da língua inglesa dentro dos conteúdos e das realidades acadêmicas dos EUA”.

Essa etapa de ensino é direcionada aos alunos de 1º e 2º ano do Ensino Médio, permitindo que os estudantes do último ano do Ensino Médio possam se dedicar de forma exclusiva aos vestibulares. 

Tanto no Middle quanto no High School não há avaliação para a conquista de notas, mas sim a realização de diversos projetos para o aprendizado. O objetivo não reside na conquista de médias, mas sim na imersão em inglês e na aprendizagem

Chegando ao fim de todas as etapas das duas modalidades de ensino, o estudante recebe o seu diploma internacional. Isso se torna possível por conta da formação com os requisitos brasileiros e a utilização da grade curricular norte-americana.

Benefícios de possuir o diploma internacional

Além de aumentar a proficiência do estudante com o inglês, estudar no High School em paralelo com a formação regular brasileira é uma forma de obter um diploma reconhecido internacionalmente, com validade vitalícia, diferente de certificações que precisam de constante renovação para serem validadas.

Estimulando um ensino mais completo, com notória importância para o futuro, essa formação é uma das fórmulas mais eficazes para oferecer o que há de melhor para o futuro dessas crianças e jovens. Dessa forma, os participantes são preparados para voos cada vez mais altos, possibilitando que as limitações geográficas, acadêmicas e culturais não sejam um obstáculo para o seu desenvolvimento acadêmico e profissional.  

Com mais de 50 mil estudantes realizando uma graduação no exterior no ano de 2018, é crescente o número de interessados em fazer uma formação fora do Brasil. Para tal feito, a certificação dupla é um dos pontos que se destacam na hora de conseguir o ingresso. 

O Coordenador de Língua Estrangeira do Colégio pH Leandro Torres destaca que “o diploma internacional recebido ao finalizar o High School é aceito em inúmeros países e instituições renomadas mundialmente, incluindo universidades americanas. Esse é um diferencial que abre portas para qualquer lugar do mundo”.

Compreendeu que, apesar de diferentes, as duas formações (brasileira e americana) podem ser benéficas para o desenvolvimento cognitivo, linguístico e acadêmico desse jovem? Cada uma com suas especificações, seja Middle ou High School, o acesso ao ensino diferenciado é uma maneira de estar cada vez mais próximo do que é realizado em diversos países. 

Caso você pretenda realizar uma graduação em outro país, não deixe de conferir o post “Faculdade no exterior: como ter uma oportunidade de estudo?”.

Faculdade no exterior: como ter uma oportunidade de estudo?

Postado porteamamaia

Postado em21 de junho de 2021


Palavras chave:

Leia mais

Ver todasclique para conhecer mais
receba nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades por e-mail

    entre em contato

    Entre em contato

    Entre em contato que nós iremos responder assim que possível.

      Copyright © | - Todos os Direitos Reservado por

      Termos de Uso|Politica de Privacidade