Skip to main content

A importância das doações de sangue para a sociedade

By 02/05/2022agosto 29th, 2022Convivência Ética
Doação de sangue

Você sabe qual é a importância da doação de sangue? Sabia que, ao doar, você pode salvar até quatro vidas? Então, chegou o momento de conversarmos um pouco mais sobre esse tema tão relevante para a saúde pública e para a nossa sociedade. 

A formação de indivíduos capazes de adotar atitudes responsáveis em qualquer contexto é um dos nossos principais objetivos enquanto escola. Por isso, acreditamos na importância do diálogo para a promoção de condutas e atividades que tenham finalidades voltadas para o bem comum. 

Diante de um assunto tão significativo, o Blog do pH traz as principais informações e curiosidades sobre a doação de sangue, além de uma campanha de incentivo realizada pelos estudantes da nossa escola. Venha com a gente! 

Qual é a função do sangue no corpo humano? 

De fato, podemos afirmar que o ato de doar sangue é uma prática que faz a diferença para o próximo a partir da solidariedade e da empatia.  

Como sabemos, o sangue é um fluido corporal indispensável para a manutenção da vida, além de ser o responsável pela defesa e imunidade por meio da ação dos glóbulos brancos, pelo transporte de gases respiratórios e nutrientes e por outras funções imprescindíveis para o corpo humano. 

Qual é o destino do sangue doado? 

Além dessas funcionalidades, o sangue, quando coletado nas doações, pode ser utilizado nas seguintes situações: 

  • Transplantes de órgãos; 
  • Tratamento de doenças hematológicas e do câncer; 
  • Cirurgias; 
  • Traumas e acidentes. 

De acordo com o Ministério da Saúde, apenas 1,9% da população doa sangue em um período regular. O dado está acima do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), mas pode ser impulsionado.  

Por que doar sangue? 

Conforme citamos no início do texto, a doação de sangue é uma forma de se colocar no lugar do próximo e ajudar aqueles que necessitam. Porém, os benefícios vão além do campo da cidadania.  

Os doadores de sangue apresentam uma redução de risco de doenças cardíacas por conta da redução da viscosidade do sangue, que acontece devido a uma ‘’limpeza’’ feita durante a doação. Outro ponto positivo é a menor probabilidade de desenvolvimento de alguns tipos de câncer, fato que ocorre por causa da renovação celular. 

Eu posso doar sangue?  

Para doar, é preciso ter entre 16 e 69 anos de idade e pesar, no mínimo, 50kg. Além disso, os voluntários não podem ingerir bebidas alcoólicas e nem fumar nas 12 horas antes da doação.   

Ah! Também é importante não estar em jejum e ter repousado, no mínimo, seis horas na noite anterior. Vale destacar que os jovens de 16 e 17 anos precisam da autorização dos responsáveis. Já os voluntários com idade entre 60 e 69 anos só podem efetuar a doação caso já doado alguma vez antes dos 60 anos.  

Para encontrar pontos de doação de sangue, basta clicar AQUI, conferir o mapa oficial da Hemorrede e verificar o local mais perto. 

Quais situações impedem a doação? 

  • Caso esteja resfriado, é necessário aguardar uma semana; 
  • Pessoas que fizeram tatuagem, piercing, grandes cirurgias, maquiagem definitiva ou tenham recebido transfusão devem aguardar um ano para efetuar a doação; 
  • Pessoas com diabetes, fazem uso da insulina ou anti-hipoglicemiantes por via oral; 
  • Mulheres que amamentam devem esperar um ano para doar; 
  • Mulheres que tiveram filhos por parto normal devem aguardar 90 dias e as que optaram por cesárea precisam aguardar 180 dias; 
  • Mulheres gestantes; 
  • Portadores de sífilis, malária, doença de Chagas; 
  • Pessoas que tiveram hepatite após os 11 anos de idade; 
  • Portadores do vírus da Aids, Hepatites B ou C ou de outras doenças transmissíveis por meio do sangue; 
  • Usuários de drogas ilícitas injetáveis; 
  • Pessoas que tenham efetuado endoscopia em um período menor do que seis meses. 

Como trabalhamos o assunto no pH? 

Dentro da nossa proposta pedagógica, valorizamos muito a comunicação colaborativa e a expansão dos horizontes dos nossos alunos e das nossas alunas. Por essa razão e com o objetivo de conectá-los às atitudes de autocuidado e do cuidado com próximo, promovemos uma campanha de incentivo e de adesão à doação de sangue, pensada e desenvolvida pelos próprios estudantes. 

Acreditamos que por meio de atividades como essa, na qual os participantes assimilam o conteúdo e colocam a mão na massa, conseguimos, desde o Ensino Fundamental I, orientá-los sobre a importância da doação de sangue. Quer conferir o resultado dessa campanha? Selecionamos alguns registros dessa dinâmica para compartilhar por aqui, então, não deixe de dar uma olhadinha.  

Leave a Reply

sete − dois =